Seguidores

15 de agosto de 2011

Uso do Facebook pode tornar adolescentes mais vulneráveis a problemas psicológicos.


 
Um novo estudo sobre os efeitos das mídias sociais nas interações humanas revelou que adolescentes queutilizam redes sociais como o Facebook podem ser mais vulneráveis a desenvolver comportamento antissocial, narcisismo e uma série de outros caráteres negativos.
Outros efeitos maléficos do uso do Facebook observados no estudo incluem manias, tendências agressivas, dores no estômago, insônia, ansiedade e depressão nos jovens com “overdose” da rede social – incluindo o uso abusivo dos aplicativos de jogos.
As consequências negativas também afetam os estudos. Estudantes de ensino fundamental, ensino médio e universitários que verificaram o Facebook pelo menos uma vez durante um período de 15 minutos do estudo tiraram notas mais baixas. Além disso, esses estudantes obtiveram menores taxas de retenção de leitura.
No entanto, nem todos os resultados relacionados ao uso do Facebook foram negativos. Um dos pontos mais interessantes da pesquisa foi a observação do desenvolvimento da “empatia virtual”. A empatia geralmente é relacionada com abraços, expressões faciais e palavras gentis que ajudam a melhorar o humor de pessoas queridas.
Os adolescentes estão desenvolvendo a capacidade de demonstrar empatia virtual para os amigos angustiados via Facebook, influenciando positivamente seu humor. Essa empatia virtual pode transbordar para o mundo real, ajudando adolescentes a serem mais gentis e sociáveis na vida cotidiana.
Fonte: Mashable

Nenhum comentário:

Você é o visitante n.º