Seguidores

1 de setembro de 2011

Padres austríacos lançam campanha para desobedecer à Igreja

 
Imagem da Internet 

Cerca de 329 sacerdotes lançaram nesta quarta-feira (31) um documento denominado “Apela à desobediência”. O texto traz posicionamentos positivos em relação a questões como o casamento dos padres, ordenação de mulheres, o direito de protestantes e divorciados novamente casados para dar a comunhão ou os leigos para pregar e cuidar das paróquias.
Chamada de “Nova reforma”, por está ao contrário do dogma católico, está causando um rebuliço na instituição. Para o teólogo Paul Zulehner a Igreja Católica deve agiragir rapidamente se quiser evitar mais um separação.
"Isto não pode continuar”, afirmou o cardeal arcebispo de Viena, Christoph Schönborn Bishop, ao jornal Viena Der padrão sobre a retirada de circulação das teses. Comparou inclusive os padres como jogadores de futebol que entram em campo desobedecendo as regras.
Helmut Schuller, que foi vigário-geral de Viena e braço direito de Dom Schönborn 1995-1999 e liderou a organização Caritas Áustria é o coordenador dessa “Revolução Eclesial”. Sua campanha, segundo ele, é forçar a hierarquia católica para aceitar as mudanças já que muitos padres não respeitam as regras já estabelecidas.
De acordo com uma pesquisa divulgada pelo Instituto Ökonsult, 76% dos inquiridos apoiam a Schüller.
Até o momento o Vaticano não se manifestou sobre o assunto.

Com informações do Le Mond.

fonte:
http://primeiraedicao.com.br

Nenhum comentário:

Você é o visitante n.º