Seguidores

26 de dezembro de 2011

Cientistas italianos confirmam autenticidade do Santo Sudário.

  Texto tirado de: http://www.comshalom.org/blog/carmadelio/

Cientistas italianos fizeram uma série de experimentos avançados que confirmaram que as marcas encontradas no Sudário de Turim ou Santo Sudário, presumivelmente deixado pelo corpo de Cristo, não podem ter sido forjadas com a tecnologia que estava disponível naquele tempo, informou o  The Telegraph da Inglaterra.
A pesquisa chegou como um presente de Natal para os crentes do sudário. Entretanto, um outro grupo têm sustentado que o sudário é uma falsificação medieval, e testes de radiocarbono realizadas por laboratórios em Oxford, Zurique e Arizona, em 1988, apontaram que ele teria sido feito entre os anos 1260-1390.
No entanto, estes testes foram por sua vez, contestados, com a alegação de que eles foram influenciados pela contaminação das fibras do tecido usado para reparar a relíquia quando foi danificado por um incêndio na Idade Média.
“A imagem dupla (frente e verso) de um homem açoitado e crucificado, pouco visível na pano de linho do Sudário de Turim, tem muitas características físicas e químicas são tais que os pontos … é impossível de obter em um laboratório “,  afirmaram os  especialistas da Agência Nacional de Novas Tecnologias, Energia e Desenvolvimento Econômico Sustentável Italiano (ENEA).
“Os cientistas identificaram os processos físicos e químicos capazes de gerar uma cor semelhante à imagem do Sudário. Eles concluíram que o tom exato, textura e profundidade das pegadas no tecido pode ser produzido apenas com a ajuda de laser ultravioleta, uma tecnologia que não estava claramente disponíveis nos tempos medievais” afirma em nota a agencia.
O Professor Paolo Di Lazzaro, líder da equipe, disse: “Esperamos que nossos achados podem abrir um debate filosófico e teológico, mas vamos deixar as conclusões dos peritos, e, finalmente, à consciência dos indivíduos.”
A conclusão é que as marcas não foram feitas com tintas, pigmentos ou corantes e a imagem não era “o produto de um artista”, mas ao mesmo tempo não poderia ser explicado pela ciência moderna.
“Não há substância química conhecida ou métodos físicos que podem ser responsáveis ??por toda a imagem, ou qualquer combinação de condições físicas, químicas, biológicas ou médicas para explicar a imagem certa.”
FONTE: Noticias Cristiana

Nenhum comentário:

Você é o visitante n.º