Seguidores

28 de novembro de 2011

Premier do Líbano convida Bento XVI a visitar país

- O papa Bento XVI recebeu hoje em audiência no Palácio Apostólico o premier do Líbano, Najib Mikati, que o convidou a visitar seu país.

O convite ao Pontífice já havia sido feito pelo presidente libanês, Michel Suleiman, em uma audiência com Bento XVI no último dia 24 de fevereiro.

Em um comunicado emitido pela sala de imprensa do Vaticano, a Santa Sé relatou que o Pontífice e o líder libanês "colocaram em relevo o papel que o Líbano tem para a região e para o mundo inteiro e a sua vocação de oferecer uma mensagem de liberdade e de respeitosa convivência das diversas comunidades cristãs e muçulmanas que o compõem".

O Vaticano manifestou que espera do país árabe "uma maior estabilidade política e uma mais profícua colaboração e diálogo entre os diversos responsáveis pela vida social e institucional também para poder enfrentar eficazmente o desafio que se apresentam ao país em nível interno e internacional".

Ambos também conversaram sobre a "delicada" situação na Síria, e destacaram "a urgência para que todos se empenhem em uma convivência pacífica, fundada sobre a justiça, sobre a reconciliação e sobre o respeito da dignidade da pessoa e de seus direitos inalienáveis".

De acordo com a nota, a Santa Sé também atentou para a "contribuição fundamental que a tal propósito possam oferecer os cristãos, chamados a serem artífices de concórdia e de paz e cuja permanência é essencial para o bem da região".

Além da conversa, o chefe de Governo libanês presenteou o Papa com um antigo ovo de Baalbek, com imagens desenhadas da Virgem Maria e uma cruz na casca, que remonta há três séculos. Em troca, Joseph Ratzinger deu a Mikati uma caneta valiosa.

O líder libanês foi ao Vaticano acompanhado de uma delegação de 18 pessoas, sendo 13 de sua família, entre eles 3 crianças. A conversa com Bento XVI na Sala da Biblioteca, porém, foi de caráter privado e durou cerca de cerca de 20 minutos.

Hoje, o líder máximo da Igreja Católica recebe em outra audiência na sala Paolo VI, na Cidade do Vaticano, 10 mil estudantes, professores e pais para tratar sobre "a proteção da criação". 

fonte: http://noticias.uol.com.br/

Nenhum comentário:

Você é o visitante n.º