Seguidores

22 de fevereiro de 2012

Igreja Católica inicia período da Quaresma

Igreja Católica inicia período da Quaresma (Foto: Bruno Carachesti)
(Foto: Bruno Carachesti)

Com a chegada da Quarta-feira de Cinzas, a Igreja Católica inicia hoje o período da Quaresma. Nos próximos 40 dias os católicos iniciam a preparação para a Páscoa através de orações, jejum e esmola. Hoje também será lançada a 49ª edição da Campanha da Fraternidade (CF 2012), promovida pela Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Este ano a CF tem como tema “Fraternidade e Saúde Pública”, e o lema “Que a saúde se difunda sobre a terra”.
“O início da Quaresma para os católicos é um período de reflexão e preparação para todos os cristãos, para celebrarem a vitória de Cristo sobre o mal, sobre a morte, sobretudo”, afirma o padre Ronaldo de Souza Menezes, pároco da paróquia da Santíssima Trindade.
Segundo o padre Ronaldo, nestes próximos 40 dias, até a Sexta-feira Santa, quando se encerra a Quaresma, simbolizam os 40 dias que a Terra ficou submersa pelo dilúvio. “Representando o renascimento da vida”, comenta. “Representam também os 40 anos que o povo de Deus caminhou no deserto em busca da terra prometida. Os 40 dias que o profeta Elias caminhou no deserto até o monte de Deus. É o recomeço da fé. Os 40 dias que Jesus caminhou pelo deserto em jejum, em preparação para o ministério público. Isso tudo para recordar que o mundo de Deus já está entre nós. Para não perder o que Jesus nos deixou como herança”.
Padre Ronaldo destaca ainda que o cristão deve refletir sobre a brevidade da vida, a transitoriedade de cada um e a permanência de Deus. “Tudo passa. Nada fica, só Deus”, diz.
O início da Quaresma começa hoje, Quarta-feira de Cinzas, quando são realizadas missas para a benção das cinzas. Nestas celebrações os sacerdotes marcam a testa dos católicos com cinzas. As cinzas que os católicos recebem neste dia simbolizam o dever da conversão, da mudança de vida, recordando a efêmera e a fragilidade da vida humana.

FRATERNIDADE
Hoje também inicia a Campanha da Fraternidade 2012, promovida pela CNBB. É a 49ª edição da CF e este ano o tema escolhido foi “Fraternidade e Saúde Pública”, e o lema “Que a saúde se difunda sobre a terra”. O lema da campanha foi retirado do Livro do Eclesiástico.
A escolha do tema da CF 2012, segundo o documento de apresentação da CNBB, aborda a questão da saúde pública, pois “há muito tempo, ela vem sendo considerada a principal preocupação e pauta reivindicatória da população brasileira, no campo das políticas públicas”.
O padre Ronaldo Menezes destaca que a escolha do tema se deve em razão de a saúde pública ter se tornado um problema estrutural e não pontual. “Isso deixa sequelas graves na sociedade”, afirma. “É preciso que desde o Governo até as empresas de iniciativa privada reflitam para não torná-la um meio de venda e vítima de políticas reducionistas, mas um fator de melhorias na vida dos brasileiros”.
Padre Ronaldo enfatiza a necessidade do povo em defender uma saúde pública de qualidade. “Os elementos que promovem a saúde pública não são secundários, e sim primários. É dever que todas as pessoas tenham confiança não só em promessas, mas nos planos voltados para a saúde. Não é somente crítica, mas devemos entender que é um comprometimento de todos, a questão da saúde”.
A CNBB lembra que é dever do Estado promover a saúde por meio de ações preventivas e oferecer um sistema de tratamento eficaz e digno a toda população, especialmente aos mais desprovidos de recursos. “É, também, responsabilidade de cada família e cidadão assumir um estilo de viver que contribua para se evitar as doenças, por meio de hábitos saudáveis e a procura de exames preventivos”. (Diário do Pará)

Fonte: http://www.diarioonline.com.br/

Nenhum comentário:

Você é o visitante n.º